sábado, 28 de março de 2015

Universidade Regional do Cariri abre inscrições para 16 cursos no Ceará


Resultado das inscrições deferidas e indeferidas sairá no dia 23 de abril.
Aplicação das provas acontece nos dias 13 e 14 de junho.

Do G1 CE
Universidade Regional do Cariri (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)Universidade Regional do Cariri abre inscrições para
16 cursos (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Unificado 2015.1, da Universidade Regional do Cariri (URCA), voltado para os 16 cursos da Instituição, com as Unidades Descentralizadas de IguatuMissão Velha e Campos Sales.
As inscrições foram iniciadas no último dia 18 de março e terão continuidade até 9 de abril, e podem ser efetuadas por meio do sitecev.urca.br/vestibular. Resultado das inscrições deferidas e indeferidas sairá no dia 23 de abril.
A aplicação das provas do processo seletivo acontece nos dias 13 e 14 de junho, no horário das 13 horas às 17 horas, em Crato, Campos Sales, Iguatu, Juazeiro do Norte e Missão Velha. O resultado do Vestibular sairá no dia 10 de julho.
O presidente da Comissão Executiva do Vestibular, Ricardo Bacurau, afirma que todas as datas referentes ao processo poderão ser vistas no site da Universidade. Segundo ele, estima-se que mais de seis mil inscritos deverão estar concorrendo a um dos cursos da Instituição. No Vestibular Unificado anterior, foram mais de 10 mil inscrições. 
Para os alunos das escolas públicas, que pela segunda vez estão fazendo o vestibular, será paga uma taxa no valor de R$ 60,00. Para os demais, R$ 120,00.
Informações:
Universidade Regional do Cariri  (URCA)
Telefones: (88) 3102-1212 - 8812.5525 ramal 2617

domingo, 1 de fevereiro de 2015

'Nasci de novo', diz médico feito refém em presídio no Ceará

Preso manteve faca no pescoço de médico em penitenciária do Cariri.
Detento só liberou médico depois que conversou com seu pai.

Do G1 CE
"Nasci de novo. Foi um alívio quando tudo acabou". É o que afirmou o médico Antônio Reinaldo da Silva, que foi feito refém na Penitenciária Industrial do Cariri, no interior do Ceará, durante cerca de seis horas, nesta sexta-feira (30). Em entrevista exclusiva para o CETV 2ª Edição o médico contou como foi surpreendido pelo preso Francisco Rafael Ferreira, de 27 anos.
"Eu estava me preparando para receber os internos. Eu estava de costas quando o detento me surpreendeu com um cossoco (arma artesanal). Ele me mobilizou e pediu apenas para eu ficar quieto, tranquilo. Ele me disse que tudo que queria era ser transferido para Fortaleza. E ficava repetindo para eu colaborar", afirmou o médico.
Durante a entrevista o médico Antônio Reinaldo da Silva disse que nunca imaginou um dia passar por aquela situação tão complicada e perigosa.
"Sinceramente eu nunca imaginei passar por isso. Sou médico faz tempo e não imaginava que isso ia acontecer. Eu acredito que ninguém deseja passar por isso", disse.
Antônio Reinaldo da Silva falou também que teve muita sorte. Ele falou que graças a Deus foi só um detento que se rebelou. "Pensando bem eu tive foi sorte. Na realidade foi só um rebelde.Se tivesse sido uma rebelião o negócio tinha ficado complicado", contou.
Refém em penitenciária
O médico Antônio Reinaldo da Silva foi feito refém na Penitenciária Industrial do Cariri, no interior do Ceará, durante cerca de seis horas, nesta sexta-feira (30). O médico foi libertado sem ferimentos. De acordo com a Polícia Civil, o médico fazia atendimentos de rotinas aos presos quando foi agarrado por um detento armado com uma faca. A Secretaria da Justiça do Ceará informou que o preso arrombou a cela da enfermaria onde estava o médico Antônio Reinaldo da Silva e o agarrou, mantendo refém.
Em um vídeo gravado por promotores do Ministério Público, policiais civis negociam com o preso a liberdade do médico. "Rafael, você não quer ir para Fortaleza? Tudo que você pediu já foi atendido. A polícia não vai entrar aqui. Vou trazer o comandante-geral da polícia", diz o promotor. "Eu não quero conversa com militar, não", responde o presidiário.
O interno deverá ser conduzido à Delegacia onde será autuado pelo ocorrido. Até a próxima semana, Francisco Rafael será transferido para uma das grandes unidades da Região Metropolitana de Fortaleza.
O preso Francisco Rafael Ferreira, de 27 anos responde por dois homicídios e exigiu ser transferido para um presídio de Fortaleza em troca da liberdade do refém. O preso exigiu também ver o pai no presídio e soltou o refém logo após conversar com ele.

sábado, 31 de janeiro de 2015

Ceará deve receber 143 mil turistas no carnaval, estima ministério

Praia de Jericoacoara é um dos destinos preferidos aos visitantes do Ceará.
Turismo no carnaval deve gerar renda de R$ 140 milhões ao estado.


Do G1 CE
 Vanessa enviou foto de uma viagem que fez para Jericoacoara ao lado de Gladstone Magalhães. (Foto: Vanessa Magalhães/VC no G1)Praia de Jericoacoara é um dos destinos preferidos
dos visitantes do Ceará (
Foto: Vanessa Magalhães/VC no G1)
O Ceará deve receber 143 mil turistas durante o carnaval, segundo estimativa do Ministério do Turismo. Além de Fortaleza, os principais polos receptores de visitantes são as cidades litorâneas de Aquiraz, Aracati e Jericoacoara.
O impacto econômico local da festa popular, estimado pela Pasta, é de R$ 140 milhões. E o gasto per capita deve ficar em R$ 979 no estado, durante o período.
De acordo com a Secretaria de Turismo do Ceará, Fortaleza lidera a escolha dos turistas, com 99% de preferência. Em seguida aparecem Canoa Quebrada (89,5%), Jijoca de Jericoacoara (88,1%), Cumbuco (85,3%), Porto das Dunas (88,2%), Praia das Fontes e Morro Branco (83,6%). A previsão de ocupação da rede hoteleira está estimada em 87,3%.
No Brasil, de acordo com estimativas do Ministério do Turismo, a maior festa popular do país deve atrair 6,8 milhões de turistas de 13 a 18 de fevereiro, gerando um acréscimo de mais de R$ 6,6 bilhões à economia nacional, com forte impulso ao setor de serviços.
Para o ministro do Turismo, Vinicius Lages, o carnaval é um dos eventos que dão forma à identidade turística do Brasil. “É uma festa extremamente estratégica porque nos coloca em posição de destaque, no mundo, não só como organizadores de grandes eventos, mas principalmente pelo encantamento de uma legítima celebração da cultura brasileira. Uma experiência originalmente nossa, única, que só é possível viver aqui, e isso é um forte atributo de competitividade”, avalia Lages.

Demissão paralisa obra do Cinturão das Águas no Cariri

Os quatro mil trabalhadores que foram demitidos no último dia 12 de janeiro não receberam ainda seus salários atrasados nem seus direitos trabalhistas. (Foto: Roberto Crispim)
A demissão de trabalhadores que atuam na construção do Cinturão das Águas colocou em cheque a capacidade de dar uma resposta para a demanda hídrica, dentre as ações estratégicas do Governo do Estado para o enfrentamento da seca por mais um ano. A avaliação é do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem (Sintepav), no Ceará, ao comentar o desligamento de cerca de quatro mil trabalhadores, nos trechos dos Lotes de 1 a 5 na região.
Os canteiros de obra dos municípios de Missão Velha, Brejo Santo, Barbalha e Crato estão totalmente parados. Enquanto isso, a Casa Civil distribuiu ontem uma nota afirmando, não apenas que as obras não terão o cronograma comprometido, como há um trabalho continuado nas áreas que foram supostamente afetadas. O representante da sub sede do Sintepav em Juazeiro do Norte, Evandro Pinheiro, conta que a situação é dramática na obra, pois os quatro mil trabalhadores que foram demitidos no último dia 12 de janeiro não receberam salários atrasados e nem as empresas estão acertando os direitos trabalhistas.  
Adesão  
Evandro Pinheiro diz que a demissão no lote de Missão Velha foi de 100% e a empresa responsável, que é de São Paulo, não está cumprindo com as obrigações trabalhistas. “Muitos estão sem saber o que fazer. Eles têm casas alugadas, despesas e não sabem como vai ficar a situação”, lamenta Evandro, acrescentando que o Sintepav está entrando com uma ação na Justiça do Trabalho para garantir os direitos trabalhistas dos empregados demitidos.
Segundo o sindicalista, a situação já vinha de forma irregular desde o mês de novembro de 2014 por conta dos atrasos nos salários, inclusive com algumas paralisações parciais em alguns trechos. Com a demissão em massa, a obra parou.
Cerca de 2,5 mil trabalhadores prestavam serviço por subcontratação e foram dispensados sem aviso prévio. Outros que são contratados diretamente pela empresa ganhadora da licitação também foram demitidos, mas já cumpriam o aviso desde dezembro.

Negociação
O Sintepav afirma que já vinha tentando uma negociação, mas sempre havendo um jogo de “empurra- empurra” entre as empresas que reclamam de falta de repasses e o Governo que nega que não esteja repassando os recursos. O único trecho que continua em atividade, segundo o Sintepav, é o Lote 5, que é responsável pela construção dos túneis e está distribuído em vários municípios. A obra toda envolve a construção de 10 túneis. O maior deles em extensão é Veneza, no distrito de Jamacaru, em Missão Velha.

A obra
O Cinturão das Águas é uma obra do Governo do Estado que irá captar água da barragem de Jati, do projeto da Transposição do Rio São Francisco, e distribuir para as regiões mais afetadas pelas secas do Ceará. Logo após o anúncio do prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) para o início da quadra chuvosa no Ceará, especialmente nos meses de fevereiro, março e abril, o governador Camilo Santana pontuou esse empreendimento como “estratégico” para o a oferta hídrica no Estado, a exemplo dos que espera do Projeto de Transposição do Rio São Francisco.

Estão previstos para serem investidos até a conclusão do trecho, cerca de R$ 1,8 bilhão. A meta é que em janeiro de 2016 já estejam sendo redistribuídas as águas na região.
Apenas neste trecho de quase 150 quilômetros, estavam atuando 2.700 trabalhadores e mais de 800 máquinas. A obra em todos os trechos está orçada em cerca de R$ 9 bilhões com tempo estimado de 10 anos para conclusão, podendo chegar ao dobro deste período.

As obras do Cinturão das Águas, incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), foram lançadas em julho de 2013. Para fazer os 149 quilômetros iniciais, foram assinados contratos com empreiteiras no valor de R$ 1,638 bilhão.

Previsão
A atenção com o cronograma do Cinturão das Águas está associada às obras da transposição do São Francisco, uma vez que sua tomada de água ocorrerá a partir da Barragem Jati, onde passa o Eixo Norte da transposição. A previsão é que as águas da transposição cheguem ao Ceará até o ano de 2016.
De acordo com a Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado, “a primeira etapa da obra do Cinturão das Águas do Ceará (CAC) tem 150 quilômetros de extensão na Região Cariri. Essa primeira etapa é divida em cinco trechos, que não sofreram paralisação e seguem com atividades dentro do cronograma”. Segundo o órgão, “hoje, temos 25% da construção concluída, com previsão de entrega em 2016. O investimento total é de R$1,5 bilhão, sendo R$1,1 bilhão do Governo Federal e 400 milhões como contrapartida do Governo do Estado. No entanto, a gestão de recursos humanos de cada consórcio de responsabilidade de cada empresa”.

Consórcio
Por fim, a explicação oficial ressalta que “cada um desses trechos é executado por um consórcio com três empresas: Lotes 1 e 4 : PB Construções, Construtora Passarelli e Servengui; Lote 2: SA Paulista (líder do consórcio); Lote 3: Marquise (líder do consórcio) e Lote 5: Tuniolo e Busnelo (líder do consórcio)”.

Mais Informações:
Sintepav
Subsede Juazeiro
Rua Maria da Saúde Pinheiro, 40, Vila Real
Fone: (88) 3512-6308

Fonte: Diário do Nordeste  
-

Médico é feito refém em presídio



Image-0-Artigo-1789310-1
O detento exigiu a presença do pai, Francisco Queiroz, que chegou na unidade prisional em uma aeronave da Ciopaer, sob escolta da Polícia
FOTO: ROBERTO CRISPIM
Um médico cardiologista foi mantido refém por um detento da Penitenciária Industrial Regional do Cariri (Pirc), em Juazeiro do Norte, durante o dia de ontem por, aproximadamente, seis horas. De acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), o homem estava recolhido na enfermaria, arrombou a cela e rendeu o médico.
O interno Francisco Rafael Ferreira Queiroz, 27, fez o médico Antônio Reinaldo da Silva, 45, refém, e passou a ameaçá-lo com um "cossoco" (faca artesanal). O detento, que cumpre pena por homicídio, exigia transferência. Com a chegada do pai na penitenciária, ele decidiu se entregar e liberar o médico.
Conforme o comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 11, tenente-coronel Wellington Alves, que acompanhou a negociação, o incidente teve início por volta das 14h. "Estivemos por aproximadamente seis horas negociando com o preso e, graças a Deus, conseguimos libertar o médico ileso".
O preso, que havia se envolvido em um motim no presídio de Quixadá, em 2011, motivo pelo qual acabou sendo transferido para Juazeiro do Norte, exigia voltar para uma unidade do Sertão Central ou para Fortaleza. Por volta das 16h, o preso Francisco Rafael exigiu a entrada de um representante da imprensa na Penitenciária, além da presença de um familiar.
A Sejus encaminhou o pai do detento, Francisco Carlos Queiroz, para a unidade prisional em um helicóptero da Ciopaer. A negociação foi acompanhada pela juíza da comarca de Juazeiro, Ana Linard, e pelo promotor Germano Guimarães. Militares do Corpo de Bombeiros e Força Tática de Apoio (FTA) também estiveram no local.
Após liberar o refém e se entregar, por volta das 20h30, o detento foi conduzido à Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, onde foi autuado por ameaça e tentativa de homicídio. Depois, ele foi recambiado para Fortaleza.
(Roberto Crispim, colaborador)

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Prazo de inscrição para concorrer às bolsas do Prouni termina nesta quinta

São oferecidas 213 mil bolsas de estudos em instituições particulares.
Mais de um milhão de pessoas já se inscreveram.


Do G1, em São Paulo
Bolsas podem ser consultadas no site do Prouni (Foto: Reprodução/Inep)Bolsas podem ser consultadas no site
do Prouni (Foto: Reprodução/Inep)
O prazo para a inscrição na primeira edição de 2015 do Programa Universidade para Todos (Prouni) termina às 23h59 desta quinta-feira (29). A inscrição deve ser feita no site do Prouni. O prazo vai até as 23h59 de quinta (29). Mais de 1,2 milhão de pessoas já se inscreveram.
Nesta edição, são ofertadas 213.113 bolsas de estudos em cursos de graduação em instituições privadas, sendo 135.616 integrais (100%) e 77.497 parciais (50). Há bolsas em 30.549 cursos e em 1.117 instituições de ensino superior privadas.
Lista de aprovados
O processo seletivo é constituído de duas chamadas sucessivas: a primeira na próxima segunda-feira (2) e a segunda no dia 19 de fevereiro.
A bolsa do Prouni só poderá ser concedida caso haja formação de turma no período letivo inicial do curso, o que ocorrerá somente se houver o número mínimo necessário de alunos matriculados.
Os candidatos pré-selecionados para cursos nos quais não houver formação de turma serão reprovados, tendo direito à bolsa apenas se já estiverem matriculados no respectivo curso.
Bolsas por estado
São Paulo tem 30,8% do total da oferta de bolsas. São 65.710 bolsas no total de faculdades particulares em São Paulo.
Prouni x Sisu
O Prouni é uma alternativa para os alunos que não são aprovados nas universidades públicas pelo Sisu.
O programa concede bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de ensino superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.
Mesmo quem é aprovado no Sisu em uma universidade pública em outra cidade ou estado, mas não pode se mudar, costuma optar por fazer uma faculdade particular em seu município com bolsa do Prouni.
O candidato pode se inscrever no Sisu e no Prouni, desde que atenda aos critérios do programa.
Mas, caso seja selecionado nos dois programas, terá de escolher entre a bolsa do Prouni e a vaga do Sisu.
Critérios
Para concorrer às bolsas do Prouni, o candidato deve cumprir os seguintes quesitos:

1. Renda (Foto: G1)
– Para concorrer às bolsas integrais: renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa.
– Para concorrer às bolsas parciais: renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

2 - escolaridade (Foto: G1)
– Não ter diploma de ensino superior.
– Ter feito o Enem 2014. A pontuação mínima exigida é 450 pontos na média das notas do exame, e o estudante não pode ter tirado zero na redação.


3. Vida escolar (Foto: G1)
– Ter cursado o ensino médio completo na rede pública ou na rede privada como bolsista integral da própria escola OU
– Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola.

  •  
4. Outros casos (Foto: G1)
– Pessoa com deficiência.
– Professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública, pode concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesse caso, não há requisitos de renda.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Sistema do Fies é reaberto, mas apenas para contratos em andamento

Na tarde desta quarta-feira, site voltou ao ar para aditamento de contratos.
MEC ainda não deu prazo para reabertura do sistema para novos contratos.

Do G1, em São Paulo
Sistema do Fies foi reaberto nesta quarta, mas apenas para o aditamento de contratos já em andamento (Foto: Reprodução/Fies)Sistema do Fies foi reaberto nesta quarta, mas apenas para o aditamento de contratos já em andamento (Foto: Reprodução/Fies)
O sistema on-line do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que estava fechado desde o início do ano, foi reaberto na tarde desta quarta-feira (28) para estudantes que já têm um contrato em andamento e precisam efetuar o aditamento. Até as 19h20 desta quarta, a área de novos contratos ainda estava inativa. "O sistema está aberto inicialmente para contratos em andamento. Para novos contratos o sistema estará disponível em breve", informa o sitehttp://sisfiesportal.mec.gov.br/.
O Fies paga de 50% a 100% da mensalidade, dependendo da renda da família. Os pedidos ao programa de financiamento podem ser feitos em qualquer época do ano.
Segundo o MEC, os alunos que já têm o Fies não serão prejudicados, o dinheiro será repassado às faculdades. Mas novos financiamentos, só depois que o site voltar a funcionar.
O site está fora do ar desde o início do ano depois que o governo estabeleceu uma nova regra para a criação de novos contratos a partir de abril. Pela nova regra, o estudante precisa ter uma pontuação mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não ter tirado zero na redação. Até então, não havia exigência de notas. O MEC diz que as mudanças nas regras são para melhorar a qualidade do ensino no país.
O secretário-executivo do Ministério da Educação, Luiz Cláudio Costa, disse que o governo vai conversar com as entidades particulares de educação superior "dentro do pressuposto da qualidade". As faculdades questionam a nova exigência de uma pontuação mínima para os estudantes terem acesso ao financiamento de cursos.
No ano passado, o governo gastou R$ 9 bilhões com o Fies. Para conseguir financiamento é preciso ter renda familiar mensal bruta de até 20 salários mínimos.

VLT que liga Juazeiro a Crato funciona parcialmente

Image-0-Artigo-1786471-1
Demanda do transporte é estimada em 5 mil passageiros por dia, operando das 5h 30 às 22h30
Juazeiro O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Cariri está sem funcionar plenamente desde segunda-feira (26). Usuários que já são acostumados com o transporte, hoje mais barato que o ônibus, para fazer a linha entre as cidades de Juazeiro do Norte e Crato reclamam da situação e dizem se sentir prejudicados, porque, segundo eles, na segunda, nenhum trem circulou e, ontem, apenas um funcionou.
"Na segunda-feira, cheguei cedo à estação, como de costume, mas soube que o trem não estava operando, aí tive que ir para um ponto de ônibus e acabei perdendo tempo. O ruim é que quando o metrô quebra eles não avisam antes para a gente não dar a viagem perdida", reclama a doméstica Elvira Lima.
O projeto é considerado de grande relevância social por beneficiar a camada da população de renda mais baixa. Porém, o que nasceu para prestar um serviço diferenciado com segurança, rapidez e pontualidade, requalificando o transporte intermunicipal, tem deixado a desejar em outras questões.
Uma antiga expectativa dos usuários, prometida no início do projeto, é de que a linha do Metrô fosse ampliada, com a construção de mais estações, para bairros mais afastados nos dois municípios e até para as outras cidades da região metropolitana do Cariri.
Insatisfação
Mas o serviço continua restrito e, por conta disso, o número de pessoas atendidas é menor que o previsto inicialmente. Hoje, a linha conta com nove estações de passageiros.
A passageira Fátima Cardozo comenta que gosta do transporte ferroviário e já se acostumou a usar o metrô, porém acha que a quantidade de estações deveria ser expandida, para que mais pessoas possam aderir. Ela também aponta que, ocasionalmente, os trens sofrem problemas de circulação, mas, em sua opinião, as falhas são normais. "Em todo transporte tem problema", diz.
O Metrô do Cariri tem uma extensão total de 13,9km, ligando os municípios de Crato e Juazeiro do Norte. O trecho adotado é o mesmo do antigo ramal ferroviário do Crato, utilizado pela Rede Ferroviária Federal S.A. (RFFSA), até o início dos anos 1980.
Demanda
O material rodante é composto por duas composições, formada por dois carros equipados com ar condicionado, passagem tipo gangway e capacidade de transporte de 330 passageiros por composição.
A velocidade máxima operacional é de 60km/h. A demanda inicial foi estimada em 5 mil passageiros por dia, com período operacional entre 5h30 e 22h30. Ao todo, são realizadas 38 viagens em cada sentido, somando de 76 viagens por dia.
O Metrô do Cariri foi implantado a partir de um convênio entre o Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA), e as prefeituras de Juazeiro do Norte e Crato, tendo por objeto a Cooperação técnica, financeira e administrativa para a implementação do Metrô.
Expansão
O Metrô do Cariri foi inaugurado em 1º de dezembro de 2009, com o início da Operação Assistida (Operação Branca), caracterizada por testes dos equipamentos envolvidos (trem, via, estações e sinalização). Por enquanto, a operação ocorre somente nas estações Crato e Juazeiro. A proposta inicial seria interligar, pelo sistema de Veículo Leve sobre Trilhos, outros municípios da região do Cariri, mas o projeto ainda está somente no papel.
A reportagem não conseguiu entrar em contato com a administradora do Metrô do Cariri até o fechamento desta edição.
Mais informações
Metrofor
Rua 24 de maio
Centro
Fortaleza
Fone: (85) 3101-7100
Mirelly Morais
Colaboradora